Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Lutar, criar, Reciclagem Popular!
Ferramentas Pessoais
Acessar
This is SunRain Plone Theme
Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Notícias nacionais / Logística Reversa está entre os temas abordados no segundo dia da Expocatadores

Logística Reversa está entre os temas abordados no segundo dia da Expocatadores

por Fernanda Borba / FBPRESS — publicado 29/11/2016 15h30, última modificação 29/11/2016 17h47
Catadores debateram desafios para inclusão dos catadores e catadoras de materiais recicláveis
Logística Reversa está entre os temas abordados no segundo dia da Expocatadores

Fotos: Marco Aurélio Prates

O segundo dia da Expocatadores iniciou com uma programação ampla. A Logística Reversa foi um dos temas abordados e contou com representantes do CEMPRE - Compromisso Empresarial para Reciclagem, Lideranças do MNCR, AMBEV Recicla, Tetra Pak e Lenum Ambiental.

A abertura foi realizada pelo Assessor Técnico da Associação Nacional dos Catadores, Dione Manetti, que explicou sobre o compromisso assumido pelas empresas e sua meta em diminuir em 22 % o volume das embalagens. Ele enfatizou aos catadores sobre a importância da cultura do diálogo. “Estamos trabalhando esse diálogo do MNCR em vários Estados e ele deve continuar presente. Essa expectativa é a expressão maior da capacidade de luta, construção e consciência que foram construídos por esta categoria”, destacou.

O diretor executivo do CEMPRE, André Vilhena, falou sobre a ampliação do setor empresarial e o importante relacionamento com o MNCR. “O Movimento deu uma voz que contribuiu para a definição de uma lei de políticas públicas, que inclui o catador no contexto da reciclagem”.

Alguns resultados e trajetórias foram apresentados pelas empresas presentes. Segundo Nícia Mafra, diretora da Lenum Ambiental, de 2012 a outubro de 2016, 683 cooperativas receberam apoio e 2.968 ações de estruturação foram realizadas. “ Além disso, foram atendidos 314 municípios, sendo 77 nas Capitais (RM, AU, RIDE) e 237 nas Ex-sede, em 22 Estados”, revela ao completar que para chegar a esse resultado existe um processo. “Existem, por exemplo, Instituições responsáveis pelo diagnóstico técnico e que desenvolvem diversas ações, realizadas de várias formas”, finaliza.

A especialista de resíduos pós consumo da AMBEV, Juliana Taguti, apresentou o Programa Ambev Recicla, que iniciou em 2011 e hoje impacta diretamente mais de 1.100 catadores, com trabalho, renda, treinamento, e oportunidades, e aproximadamente 3,5 milhõ

es de pessoas direta e indiretamente, por meio de ações desenvolvidas junto às ONGs de educação ambiental, em sites e redes sociais. “Temos um trabalho de gestão muito forte e nosso objetivo é adaptar isto às cooperativas, garantindo produtividade, qualidade de vida e segurança. Atualmente são mais de 230 organizações inscritas, mais de 8 organizações selecionadas para a segunda etapa, mais de 6.600 km percorridos para visitar as organizações e associações e 3 finalistas que passaram a integrar o Programa”.

Os resultados do projeto “Cuidando do Futuro”- iniciativa da Tetra Pak voltada à melhoria da gestão junto a cooperativas de catadores de materiais recicláveis, foram apresentados pela Engenheira de Desenvolvimento Ambiental, Luana Pinheiro. “ Registramos um aumento de 17% na produtividade das cooperativas. É importante frisar o que está por traz da produtividade: são as pesso

as, e este programa nasceu com o objetivo de aflorar lideranças novas, trabalhar melhor com os desafios e conflitos do dia a dia”, afirmou. Em sua terceira edição, 8 cooperativas do interior de São Paulo integram o programa. “Nossa meta é expandir para o restante do Brasil”, completou.

registrado em:

Navegação